Aprender Japonês Com: Amnesia Memories

image

Note: English version here.

Ora boas, decidi começar a tentar escrever na minha língua materna (Português) estes posts sobre aprender línguas/Japonés com otome pois reparei que nao existe quase conteúdo nenhum e é uma pena. Em Inglês há muito mais do que em Português. Nunca escrevi muito em Português, sem ser para a escola e casual nas redes sociais, e por isso isto também é para me ajudar a escrever melhor. Se tornarem populares, ou alguém queira outros posts que já fiz, irei expandir, mas irá depender se querem.

Isto não é bem uma tradução directa do que escrevi originalmente, mas sim eu a escrever em português com a versão inglesa como uma guia geral, mas escrita como hoje actualmente teria escrito em vez de como escrevi em 2016. Sinceramente já nem gosto muito do que escrevi originalmente, a minha escrita mudou e a minha maneira de exprimir também, especialmente em inglês.

Informação

Antes demais quero partilhar com vocês o percurso que me levou a escolher este jogo e a voltar a estudar Japonês em 2015/6. Nessa altura descobri que o site Memrise tinha uma app Android, na qual fiz review aqui (Inglês). Eu já tinha usado o website antes, e tinha gostado mais do que o famoso Anki porque não gosto do design nem da aparência. O Memrise usa flores e plantas e pins bonitos na sua aparência, o que me atrai bastante (⌒▽⌒)

Eu já tinha tentado jogar a este jogo quando descobri que tinha todos os critérios que queria num jogo: é completamente narrado, e não tem quase monólogos ou partes que não sejam narradas. Mas não correu lá muito bem, mas em Dezembro de 2015 com o Memrise, já consegui.

Uma coisa que me ajudou bastante foi que já tinha tentado aprender Japonês anteriormente, por isso já sabia ler Hiragana e Katakana, e também os anos que levei a ver anime legendado fez com que eu percebesse bastante só através do áudio.

Admito já que não tenho muita paciência e saltitei imenso de curso em curso sem completar à medida que fui aprendendo como gosto mais de aprender. Primeiro fiz JLPT Kanji que é de Inglês para Kanji, e o qual fiz até ao fim do N4, mas depois desisti porque sabia o que significava mas não como os ler. Mudei para o Joyo Kanji, mas também era de Inglês para Kanji. Mudei para um que era de Inglês para Kana, e Kana para Kanji, e gostei do sistema mais do que dos outros sistemas. Sinto que estou a aprender algo, ao contrário de quando fiz só saber o significado em inglês dos kanji.

image

Opinião do jogo e das personagens e da dificuldade

Toma

Eu já sabia spoilers sobre o Toma, por isso decidi fazer as personagens de que menos gostava para a que mais gostava e sabia que não ia gostar dele, então escolhi-o primeiro. Foi bastante bom ter escolhido ele primeiro, a personagem principal só faz dormir e comer, e pouco mais durante a maior parte da história dele. Nem tive de ir muito ao dicionário para perceber, tirando algumas cenas que não eram dormir e comer.

Spoiler: Quando veio a cena da jaula de cão admito que desmanchei-me a rir, porque nem é muito lógico nem realista que ele levou para o apartamento uma jaula grande o suficiente para ela caber sem ninguém dos vizinhos reparar ou dizer algo. E não só ele é yandere, como também é um tanto cego, só reparou no quanto ela era bonita, no cabelo e dedos dela depois que a enjaulou.

Grau de dificuldade do Japonês (considerando que nem tinha acabado de estudar o curso de N5 no Memrise): 1 de 5

Ikki

Bastante contente de ter percebido tudo e de ter corrido bem com o Toma, escolhi o Ikki porque sabia que não ia gostar. Não gosto de casanovas, e ele tem todo o ar de ser um fuckboy de primeira. Ninguém me avisou que não só ele é um fuckboy, como ele também é enganoso e manipulador. Tive de parar umas quantas vezes antes que fosse partir a minha PSP de raiva. Sozinho com a personagem principal ele é todo melanço e fofinho, em frente do grupo de fãs dele, que gosto de chamar fuckgirls, ele é frio e inclusive humilha-a várias vezes. Não gosto de personagens falsas e de duas caras assim.

O pessoal no twitter disse que eu estava a entender mal ele e as suas acções pela minha falta de conhecimento de Japonês. Chateada com isso, fui fazer o N5 durante 2 semanas para perceber ele e a sua história melhor. Odiei-o ainda mais ao recomeçar e perceber mais. Como disse, ele age frio e cruel com ela em público, que acabei por desgostar dele mais do que do Toma. Eu desgostei tanto que as escolhas que fiz foram tão acertadas que a primeira vez que joguei passei ao lado da história toda, e fui parar a um fim que era suposto ter tido cenas que aconteceram antes para explicar porque é que eles tinham se separado e já não estavam a namorar (⌒▽⌒)

A história dele também foi mais complexa, e um tanto ridícula com o poder dele dos olhos fazer tudo o que é fêmea apaixonar-se por ele excepto a personagem principal. Tudo bem que esta história em si tem na sua base uma história de fantasia com o facto do Orion ser um espirito (eu pensei que ele fosse um alien mas shhh) e a razão pela qual ela perdeu as memórias, visto que ele está dentro dela, mas fora isso o jogo raramente é mágico. E o Waka também fala muito mais complexo e difícil, de verdade não percebi nada do que ele dizia.

Grau de dificuldade: 3 de 5

Shin

O Shin foi aquele que me intrigou e interessou nos posters e imagens de promoção, mas como li que a história dele era um tanto desapontante decidi ir com ele em terceiro lugar. De facto, como tinha lido, a história do Shin é bastante interessante e envolvente mas peca pelo facto que o Shin desaparece durante imenso tempo da história. Se ele tivesse estado o tempo todo na história, ele teria-se tornado no meu favorito. Assim foi uma história de mistério e resolver boa, mas que faltou a personagem para mais momentos de romance ou de interação.

Embora tenha mais mistério e suspense, não achei de facto a história dele difícil de ler.

Grau de dificuldade: 2 de 5

Kent

O Kent é a minha personagem favorita depois do Orion, Orion é imbatível ele é tão fofo aah, porque ele é bastante amoroso debaixo da frieza analítica. Ele de verdade é simplesmente um algo envergonhado e não sabe como dizer as coisas da forma certa. Por ele ser extremamente inteligente e analitico, tudo o que ele fala é um tanto…difícil de ler e perceber. Mas ei, as cenas de romance com ele são fáceis de ler, que é o que é importante wahaha! 😀

Embora tenha-me posto a estudar para tentar percebe-lo melhor, mesmo com N4 foi um tanto inútil

Grau de dificuldade: 5 de 5. Se calhar até 6 de 5 www

Ukyo

Eu sabia que não ia gostar muito do Ukyo pela quantidade de vezes que ele mata a personagem principal nas outras histórias, mas como ele é uma personagem trancada e que só pode-se jogar depois de ter o fim bom de todos os outros, lá ele teve de ser o último que joguei. Gostei da história e até explicou o porquê de haver 5 histórias diferentes que se pode escolher, mas não fiquei apaixonada por ele e até achei que a história podia ter sido melhor.

Verdadeiramente fiquei WTF e surpreendida de a história dele ser super fácil e compreensível de perceber. Estava preparada para ter de ir estudar até ao fim do mundo depois do Kent, mas não tive de fazer nada. Nem tive de quase ir ao dicionário pois percebia o áudio.

Grau de dificuldade: 2 de 5

Personagem principal

Ela tem uns monólogos e algumas falas no fim de cada história, quando finalmente ganha a memória de volta (e também personalidade). Ao fim do jogo, já lia mais ou menos o que aparecia, mas não fiz as Side Stories do jogo pois era 100% monólogo da parte dela, e é mais difícil porque sem áudio para identificar e procurar no dicionário torna-se mais chato.

Conclusão Final

Grau de dificuldade vai de 1 a 5, dependendo das personagens. Recomendo a Iniciantes que tenham bastante vocabulário, ou bom entendimento auditivo, é bastante adequado para quem não conhece kanji mas percebe algum japonês falado.

Rank de mais fácil ao mais difícil: Toma; Ukyo; Shin; Ikki; Kent

Rank pessoal das personagens: Orion; Kent >> Shin >>>>>>>> Toma (teve uns CG’s giros dele em puto que o fez mais fofo e ganhar alguns pontos extras) > Ikki >>>>>>> O clube de fãs do Ikki/Rikka

Com isso, completei o meu primeiro jogo em Japonês, o que foi uma vitória e soube-me bem.

Espero que isto ajude aos outros que estejam a tentar aprender japones por causa destes jogos, ou só porque querem ter algumas recomendações de jogos para iniciantes.

Espero que tenham gostado, pois eu gostei de poder dar os meus pensamentos sobre o jogo duma estructura e maneira diferente do que fiz há 2 anos atrás, e na minha língua nativa.

Se quiserem que faça mais deste tipo de posts, comentem e partilhem. Ficarei agradecida.

Boa aprendizagem, e muito joganço!

Já conhecias ou jogaste a este jogo? Se sim, qual é as tuas personagens favoritas? Estás a aprender Japonês por causa dos jogos otome também? Conta-me tudo!

Buy Me a Coffee at ko-fi.com

Advertisements